Jovem Pan - Covid-19: Terceira dose da vacina configura crime e pode resultar em prisão.

Os episódios de pessoas tomando uma terceira dose das vacinas contra Covid-19 têm se espalhado pelo Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Laboratório de Estatística e Ciência dos Dados da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em parceria com o Centro de Matemática Aplicada à Indústria da Universidade de São Paulo, mais de 29 mil pessoas já teriam sido imunizadas pela terceira vez.⁣

Em entrevista para a Jovem Pan, Mérces da Silva Nunes, especialista em Direito Médico e sócia do Silva Nunes Advogados, explicou que as pessoas que praticam fraudes para ter acesso a doses extras das vacinas podem ser responsabilizadas judicialmente. "Pessoas que procuram postos diferentes em busca de uma vacinação extra cometem crime de estelionato, pois estão se aproveitando de uma falha no sistema. É um crime, principalmente contra a legislação sanitária”, afirma.


Leia a reportagem na íntegra: https://bit.ly/terceiradosecovid


0 visualização